segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Reflexão sobre a morte!

Hoje li a seguinte frase de cujo autor não recordo o nome: "O objetivo principal da vida é aprender o máximo que se pode sobre ela para melhor morrer".

Melhor viver para melhor morrer... eis algo interessante para se pensar! Quem não vive bem, não morre bem, em contrapartida, quem possui uma ótima vida, certamente terá uma ótima morte! Aqui falo sobre o bem viver fisico, emocional, psicológico, social e economico; e todas as suas boas consequencias.

Para refletir: Estamos vivendo bem para termos uma boa morte?

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá,este faço questão....aos nove anos,acho eu,me encontrei com ela,siceramente não sabia que era ela,por ingenuidade.Comecei a perder o olfato,meus pais, eu e como todos pensaram que poderia ser uma gripe,resfriado,algum problema respiratório.De repente tudo voltou ao normal,passei a sentir tudo de novo....Mas um belo dia,passei muito mal senti uma dor tão grande que fui direto para o hospital e ,lá soube pelos médicos que passaria grande parte da minha vida me encontrando com ela.....hoje aos 17 anos,vou fazer 18 anos,tive inumeros encontros com ela,uns rapidos e fortuitos,outros que demoraram meses(coma) e aprendi a conviver com essa doce amiga que em um belo dia poderá me levar a grande viagem e ,lá encontrarei meus avós,ela a transgressora,minha cachorrinha Princesa.... a minha querida poetisa ,sei o que ela diria para colocar no meu epitáfio,mas como já parti nao posso mandar na vontade dos que ficaram...mas para ela seria assim "VOU, MAS VOU PUTA DA VIDA",reparem que não é bem a minha cara,mas que ela sempre me disse isso ...disse...não sei se vou querer me encontar com ela novamente( morte) mas o que sei é que ,realmente,só se morre bem quem viveu bem...e eu tenho vivido muito bem!!!!Um beijo da Julianna

Flávio Nunes. disse...

Olá Juliana,
Este seu comentário foi, resumindo em uma única palavra, EMOCIONANTE! Perco o fôlego com alguns dos seus dizeres, ou com algumas de suas frases, entretanto, este comentário como um todo fez brotar em meu coração um sentimento de pura comoção!
Seus encontros com "ela" foram, ao meu ver, pérolas colhidas ao longo dos anos; o coma, um diamante raríssimo e de vasta beleza! Deus apresenta-se diante de nós trajando roupas de gala, às vezes!
Um dia todos nós nos encontraremos com "ela" e esta nos conduzirá pelas mãos ao ápice da nossa humanidade!
Quanto ao comentário da sua querida poetisa..rs..É no mínimo, autêntico!..rs.. E realmente não se parece em nada com a sua cara estes dizeres..rs..
Pelo pouco que te conheço e pelo muito que pretendo conhecer, digo que você é uma gota de orválho numa pétala de flor! Assim, deveríamos ser todos!..rs..
Mais um abração do amigo de hoje e sempre,
Flávio Nunes.

PS: E vivamos bem as nossas vidas..rs..

Anônimo disse...

Olá,meu querido,grande,luminoso e saudoso amigo....há muito tempo não comento seus textos,mas hoje ,um dia diferente na minha vida,que estou no hospital,não fazendo companhia a Juju,mas recebendo tratamento,visto que passei muito mal,na terça-feira,e fui internada às pressas,logo eu,sinceramente ganhei um susto imenso,pois desmaiei e quando acordei....no hospital ,ligada a uma maquina,com meu pai do lado e minha mãe segurando minha mão.....é realmente,quase me encontrei com ela(morte),desde o ano passado estou com anorexia,o que me faz passar muito mal....foi aí que me lembrei do seu blog e que nele havia um texto que havia gostado e que minha querida prima-irmã-amiga havia comentado maravilhosamente,confesso que me emociono sempre que leio o que ela escreve e, aqui, não foi diferente....A Juju tem se encontrado diariamente com a ela(vamos usar a palavra "ela" que substitui a outra dando maior leveza)mas ela (Juju)é uma heroína,pois tem lutado muito e espero do fundo do meu coração que ela consiga se desvencilhar dela,para continuar sua linda caminhada...do meu lado,pois não saberei viver sem elae, também não quero aprender....também me emociono quando você ,meu amigo-escritor-luminoso posta os seus pós-comentarios e, aqui ,não foi diferente,parece que voc consegue captar todo o sentimento reinante.....você é uma pessoa muito especial......Eu te amo !!!!tenho um amor por você como tenho pelos meus irmãos,um amor fraterno.....acredito que somos irmãos.....
Realmente,tenho vivido bem,mas bem mesmo.....e tenho aprendido muito com a vida...o valor de um dia comum rotineiro,o valor de um grande amor(já que eu tive minha primeira desilusão amorosa)devo confessar que ele( o responsável pela minha tristeza) não merecia nem um por cento de minha tristeza...pois seus sentimentos por mim nunca foram verdadeiros,sinceramente não sei até hoje o que ele queria comigo e o que sentia por mim...mas ele me causou muito mal,tanto que ,vamos dizer assim,que ele ó co-responsável e eu a responsável de estar tendo meus encontros fortuitos com ela( a morte)acho que só sentimos falta de algo,quando este algo se transforma em juízo de valor para nós,bem ,não sei se fui clara,vou tentar .....esses tres dias no hospital,fez -me sentir falta de um dia rotineiro na minha casa,no qual eu passeio pelo jardim,alimento os passaros,vou ao haras ver meu cavalo,volto sento na varanda que dá para o lago dos cisnes e começo a escrever as minhas poesias e minhas cronicas e ,também minhas percepções da vida....como estou temporariamente aqui,tendo dias estranhos a minha rotina,começo a sentir falta...aí vejo que até um simples modo de viver,no qual temos boa experincia,faz com que vivamos melhor,aí sim posso concordar,que só quem teve uma excelente vida tem uma excelente morte....quando falo em excelencia,não me refiro a uma vida de um astro,mas a uma vida simples na qual tiramos proveito de todas as experiências boas e ruinse ,eu estou aproveitando cada uma delas sejam boas ou ruins,para quando chegar o dia de meu grande encontro com ela,eu possa dizer que eu tive uma grande e bela vida e que desejo uma grande partida....só assim partiremos sábios e preparados para o outro lado onde a vida continua....até o momento de voltarmos....se é que voltamos,se e'que há vida do outro lado.....
meu querido,espero que tenha sido clara,mas se não fui,volto para clarear mais!!!!!
um beijo da sua amiga Clarissa

Flávio Nunes. disse...

Querida Clarissa,
Que saudade estava sentindo de seus comentários! Hoje porém, no seu retorno, pude saciar parte da minha saudade e encontrar-me com mais uma centelha da sua vida!
Antes de mais nada, sinto-me uma pessoa privilegiada em saber que você considera-me um irmão! Ontem mesmo conversava com minha noiva sobre nossa família consangüínea, e nossa família "espiritural"! Nesta última, em muitos aspectos, os laços podem ser mais fortes do que aqueles estabelecidos pelo DNA! Estamos na reta final para o casamento e falta ainda alguns "muitos" detalhes para se resolver! Escrevi um e-mail para nossos padrinhos e estes repassaram para outros tantos amigos, a consequência foi que muitas idéias surgiram e recebemos vários tipos de presentes, sendo um muito significativo!
Querida amiga, falando sobre sua saúde! Assim como um irmão mais velho, preocupo-me com seu estado de saúde, tanto quanto com o da nossa querida Juju. Ela (a morte) é astuta, entretanto só nos toma pelas mãos e nos leva consigo em comum acordo conosco. O que quero dizer é que enquanto "lutarmos" pela vida, ela não se aproximará suficientemente!
Querida amiga, você é jovem e só por isso tens energia suficiente para viver e gerar vida! Entenda gerar vida, não somente no conceito anatomo-fisiológico, mas, principalmente, psico-emocional! Seus poemas geral vida, seus atos geram vida, suas palavras, sorrisos e olhares, geram vida em todos quantos encontram-se ao seu redor.
Assim como você bem disse, viver bem não quer dizer necessariamente possuir bens físicos e econômicos polpudos, mas sim fazer dos simples atos cotidianos pinceladas na grande tela da vida. Cada um compõe sua obra de arte, e cada qual é única e irrepetível. Prestou bem a atenção nesta parte; COMPOMOS UMA OBRA DE VIDA ÚNICA E IRREPETÍVEL!!!!!!! Por isso, e por tantos outros bons motivos, devemos viver bem! Devemos fazer das nossas vidas uma obra de arte!
Vou lhe contar algo que me dá forças para continuar a viver bem e aproveitar da melhor forma tanto os pontos positivos, quanto negativos de minha vida. Imagine você aos setenta anos de idade, imaginou? Agora imagine alguém - filho, amigo, neto,... -, aproximando-se de você e perguntando: Querida Clarissa, sua vida valeu a pena? Por que? O que responderá? O que você contaria para esta pessoa? Você seria capaz de repetir tudo novamente? Sem arrependimento, sem culpa e com muita, muita vontade de viver? Bom, isso é apenas para reflexão e ajudar no bom viver!
Obrigado pelo seu comentário, obrigado por dividir mais esta parcela de sua vida. Tenho certeza que sua estrela é cintilante e aumentará ainda mais sua intensidade ao longo da vida! Por isso, ilumine e clareie os caminhos de todos! Sei que é capaz, sei que pode!
Aguardo mais comentáros..rs.. E desejo-lhe uma ótima recuperação! Conte sempre com minha orações!
Abração bem apertado do amigo/irmão de hoje e sempre,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...