sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Logo após o almoço: Chocolate e Livraria!

Com o chocolate na mão, fui seguindo pelos corredores do lugar. Após alguns passos e três lances de escadas rolantes, cheguei à minha loja favorita, uma livraria. Por ser amante dos livros e sentir por eles um apreço muito grande, a visita a este posto é quase obrigatória.

Adoro o cheiro do livro novo, adoro tocá-lo e sentir seu peso, sua textura e seus formatos. Perco tempo olhando cada prateleira, lendo algo que talvez promova em mim o desejo de comprar um ou outro exemplar. Passo por todas as seções, todavia meus maiores interesses são: Romances, Ciências Biológicas, Administração e Marketing, Filosofia, Liquística, Pedagoria e Religião.. Não desprezo as outras áreas, entretanto não lhes dou toda minha atenção.

Caminho pelos corredores da livraria procurando algo que, muitas vezes, nem eu mesmo sei ao certo o que é. Acho que sempre fico na esperança de encontrar algo novo, ou de ver naquilo tudo que já conheço, uma linha ou um detalhe que havia, até então, passado desapercebido.

Fiz um pacto pessoal e depois com minha noiva. O pacto é o seguinte: "Comprometo-me em comprar apenas um novo livro somente quando for de suma importância. Caso contrário, nada feito"! Até o momento tenho cumprido o prometido. Tenho comprado, em média, um livro por mês e só compro outro quando o que estou lendo no momento for muito ruim ou acaba. Ainda assim, se começo a ler algo muito ruim, este livro vai para a estante e antes de comprar outro, procuro por ali algo que talvez me inspire naquele momento.

Nem sempre o livro possui uma boa leitura. Nem sempre aquela leitura em particular seja interessante o bastante para o momento que vivo. Pode ser que comece a ler uma Bibliografia, quando na realidade meu corpo pede um tema mais ecológico; ou ainda, gosto da capa de um livro de filosofia, que possui uma sinopse bacana, contudo meu organismo está pedindo a leitura de um romance tipo "sessão da tarde"!

Geralmente estas leituras "estagnadas" ficam latentes até o momento exato de ser degustada e apreciada minunciosamente.

Enfim, cumprido o horário do almoço retorno ao trabalho, que fica exatamente na distancia de sair pela porta lateral do shopping , atravessar a rua, virar a direita, cruzar dois quarteirões, virar a esquerda, seguir em frente por cerca de dois minutos, atravessar a rua na faixa de pedestres, atravessar a segunda faixa de pedestres e após aproximadamente vinte passos chegar no ponto final. Só então consegui começar a escrever o presente texto.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...