segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Escrever e Viver!

Escrevo para extravasar, escrevo para me encontrar, escrevo para saber que estou vivo, para saber que penso, para saber mais ou, ao menos, achar que sei mais. Em minha "Santa Aventura" conheci muitos lugares, conheci muitas pessoas, e absorvi tudo isso como uma esponja que se embebe de um líquido qualquer. Viciei-me em conhecer pessoas e lugares, viciei-me em contar minhas histórias. Entretanto agora parte de mim criou raízes e estas estão cada vez mais profundas, rumando ao encontro das águas.

Vejo a vida e ela me vê. Somos cúmplices um do outro. Basta um sair da linha que o outro vem e toma medidas reparadoras. É bom contar com a vida nos momentos mais amargos, é bom saber que ainda há vida em mim; e é bom saber que eu ainda estou nela. Que lástima seria se eu estive morto e andando por aí. Seria uma tragédia. Quando vejo isso nos outros, eu sofro! Vejo mortos-vivos circulando por aí e isso me dá medo de perder o auxílio da vida. Por isso sempre tento manter tudo o que diz respeito a vida bem perto de mim, pois assim, sinto a segurança necessária para continuar caminhando pelas estradas.

É uma pena encontrar mortos-vivos por aí dirigindo grandes corporações e falando coisas já ruminadas outrora por verdadeiros intelectuais. Estes, muitas vezes, possuem o poder nas mãos e a capacidade de mudar a vida de milhões numa simples assinatura. Mas a resposta não vem, não aparecem, não há uma mudança significativa no mundo. Por que? Sei lá, deve ser culpa dos mortos-vivos! Ou talvez a culpa seja minha e ainda não dei-me conta disso.


Foto: http://papodaalma.zip.net/ (Texto do dia 29/09/2009 - Rio)!

2 comentários:

Ká Oliveira disse...

Escrever, também É viver querido!!!!
grande abraço...

Flávio Nunes. disse...

Olá Ká,
Obrigado pelo comentário! Tenho escrito pouco ultimamente! Apesar de publicar aqui no Blog com uma certa frequência, tenho o costume de levar comigo um bloco de anotações e minha fiel caneta.
Quando não escrevo é como uma lacuna se abra e fico meio desnorteado. Quando volto a escrever a "lacuna" se fecha!
Tenha um bom dia!
Abração,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...