domingo, 6 de fevereiro de 2011

Trabalho e Deus

Percebi, nos últimos dias, que minha relação com Deus tem ficado de lado! Tanto tenho feito em prol do casamento, da minha noiva, do trabalho novo,... que o fundamental tenho esquecido; não tenho deixado um espaço para Deus.

Certa vez me disseram que a relação com Deus, em alguns momentos, parece como a sintonia de um rádio antigo e com a antena quebrada. Quanto mais mexemos  e nos afastamos desse rádio velho, menos escutamos a voz do locutor e mais ele possui ruídos. Uma vez que a antena está em bom estado e estamos próximos desse rádio, ouvimos claramente a voz do locutor. Assim, um velho amigo, me fez refletir sobre a proximidade de Deus em minha vida. Ultimamente, não escutava "o locutor" falar!

Independente da crença religiosa, acredito que o homem tem algo interiormente que clama por um referencial místico, espiritual ou metafísico, se assim quiser chamar. Cada qual, possui, segundo sua própria concepção, um referencial. Mesmo quando denomina-se agnóstico ou ateu, há um referencial "bom" na vida de uma pessoa. Criamos nossos signos e amuletos "da sorte" e isso nos faz bem!

Hoje, por volta das três horas das madrugada, estava atendendo um cão. Eu estava muitíssimo cansado, mas não poderia deixar-me abater, afinal o animal precisa do melhor atendimento possível e os donos desejam o melhor resultado possível. Este "melhor resultado" é a capacidade de determinar o que o paciente está sentindo, como está sentindo, que remédios (ou exames) serão melhor para o caso e como fazer que a enfermidade seja eliminada no menor intervalo de tempo possível. Traduzindo: Alta satisfação do cliente, saúde do paciente e menor custo/tempo possível em todo o processo.

Fiz o que tinha que ser feito e da melhor maneira possível. Sorri, examinei o paciente, diagnostiquei a enfermidade, mediquei, prescrevi o melhor medicamento, expliquei o processo de tratamento e previsão de retorno à saúde. Resultado: Clientes satisfeitos, tempo gasto da melhor maneira, paciente medicado e com bom prognóstico de cura.

Em meio a tudo isso, lembrei-me de Deus. E prometi que iria encontrá-Lo hoje cedo em sua casa. Assim o fiz. Foi maravilhoso "revê-Lo" em sua casa, após longas semanas de distanciamento.


Foto: http://nteabaetetuba.wordpress.com/2010/08/11/projeto-sintonia-educativa/

2 comentários:

* verinha * disse...

Realmente muitas vezes deixamos de lado nossa relação com o Criador.. colocamos muitas coisas como prioritárias quando na verdade deveria ser Ele a nossa prioridade.. porém somos seres humanos e com tal não estamos livres dos erros.. diria até que temos o direito de errar.. mas de tudo o que mais importa é não abandonarmos nunca nossas crenças.. lembrando sempre que se somos o que somos.. e temos o que temos.. não é por mérito unicamente nosso.. sempre, em qualquer época de nossa jornada, haverá uma força maior a nos conduzir e se somos seres agradecidos pela dádiva, devemos reservar um tempinho para agradecermos.

Beijocas em seu coração Flávio e um lindo início de semana para você!!

*verinha*

Flávio Nunes. disse...

Olá Verinha,

Vivi uma época da minha vida nutrindo-me cotidianamente da eucaristia e num diálogo profundo com o Eterno Pai! Entretanto, várias coisas ocorreram e eu tive que alargar um pouco mais minha relação com o criador!

Nunca distanciei-me completamente, mas o pouco que me afasto, sinto falta dos nossos diálogos!
Fizemos um pacto, Ele e eu, de nunca nos afastarmos um do outro e quando um sentir que está longe, o outro vem ao encontro! Tem dado certo..rs..

Tenha um ótimo dia minha amiga!

Abração,

Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...