terça-feira, 29 de março de 2011

Meditação Diária (29/03/11) - #1

Olá Pessoal,


É uma pratica comum a muitas pessoas a realização de uma "Meditação Diária"! Esta pratica pode ser realizada de diversas maneiras; entre elas temos a oração, um trecho bíblico, um texto de um santo ou líder espiritual, um parágrafo, uma frase, uma expressão ou até mesmo uma palavra que suscita em nós uma maior sensibilidade ao que ocorre ao nosso redor.


Hoje eu percebi que minha ligação com o Eterno Pai continua "mal sintonizada"! Tal qual o rádio fora da estação, não estou conseguindo ouvi-Lo muito bem. Tudo quanto Dele vem e tem chegado aos meus ouvidos, está com ruído e distorções. Meus ouvidos não andam muito bem! Percebo que Ele tem estado ao meu lado em cada esquina, em cada decisão, em cada momento de angústia e felicidade; mas eu não tenho estado ao lado Dele. 


Por isso decidi que, à partir de hoje, reiniciarei uma prática a muito abandonada, que é tirar pelo menos 10 min. do meu dia para fazer uma meditação. Sempre que possível postarei aqui os textos e minhas reflexões. Cada pessoa tem sua maneira de religar-se à Deus entre as várias possíveis, e que eu já realizei, a meditação diária sobre um tema específico de cujo espiritual é muito gratificante e recompensador. 




Então, para começar o meu primeiro dia de meditação, após longos meses de "abstinência espiritual", escolhi um texto que fala sobre a Santificação. Segue o texto:



"Não há espinho sem rosa: 

Que dor pensar que a vida de muitíssimos homens não é vivida! Não vivem porque não vêem. E não vêem porque olham o mundo, as coisas, os familiares, as pessoas, com seus próprios olhos. Ao passo que, para ver, bastaria seguir cada acontecimento, cada coisa, cada homem, com os olhos de Deus. Vê quem se insere em Deus, quem, sabendo ser Ele 'Amor', crê em seu amor e raciocina como os santos: 'Tudo o que Deus quer e permite é para a minha santificação'.

Por isso, alegrias e dores, nascimentos e mortes, angústias e júbilos, fracassos e vitórias, encontros, amizades, trabalho, doenças e desempregos, guerras e flagelos, sorrisos de criança, carinhos de mães, tudo, tudo é matéria-prima de nossa santificação.

Em torno de nosso ser, gira um mundo de valores de toda espécie, mundo divino, mundo angélico, mundo fraterno, mundo amável e também mundo adverso, disposto por Deus para nossa divinização, que é o nosso verdadeiro fim. 

Neste mundo, cada um é centro, porque lei de tudo é o amor.

E se, para o equilíbrio divino e humano de nossa vida, devemos, por vontade do Altíssimo, amar, amar sempre o Senhor e os irmãos, a vontade e a permissão de Deus, os demais seres - quer saibam, quer não - servem, movem-se em sua existência, por nosso amor. De fato, para aqueles que amam, tudo concorre para o bem.

Com os olhos toldados e incrédulos, não vemos, com muita frequência que cada um e todos foram criados como um dom para nós e nós como um dom para os outros. [...]

Entende que o caminho de Jesus não culmina na Via Crucis e na morte, mas na Ressurreição e na Ascensão ao Céu.

Então, o modo de observar as coisas com jeito humano descora e perde sentido, e o amargor não envenena mais as alegrias fugazes de sua vida terrena. Para ela, nada diz o provérbio cheio de melancolia: 'Não há rosa sem espinhos', mas, pela onda de revolução de amor em que Deus a envolveu, vale precisamente o contrário: 'Não há espinho sem rosa' (Chiara Lubich)"!



Então, que coisas este texto suscitou em seu coração? 

Gostaria de lhe sugerir algo; que tal se a partir de hoje fizessemos uma meditação diária? Não precisa ser necessariamente um texto, pode ser um parágrafo, uma linha, uma expressão ou uma palavra, mas ainda assim, fizessemos isso todos os dias à contar de hoje? Que tal?

Tenham todos um ótimo dia e boa meditação!

Abração,

Flávio Nunes.

6 comentários:

Verinha disse...

Uma boa dica essa a sua Flávio!.. Reservar um tempo para meditarmos sobre nossa vida e sobre tudo que nela ocorre e o que nos cerca, pode com certeza nos trazer grandes enriquecimentos e uma nova postura. Uma coisa tão simples que no fim deixamos de fazer.. Vou acatar essa sua dica [:)]
Beijocas em seu coração..
Verinha

Flávio Nunes. disse...

Olá Verinha,
Fazermos uma meditação sobre um determinado tema é sempre muito bom! Não é preciso ficar uma hora em posição de lotus, em contemplação ou algo do gênero. Acredito que se lermos um belo texto e dele tirarmos as melhores lições para a vida, 10 min. diários são suficientes para vermos uma mudança ocorrer em nossas vidas de médio a longo prazo!
Obrigado por caminharmos juntos nessa!
Abração minha amiga,
Flávio Nunes.

Ká Oliveira disse...

Querido Flávio,
Amei seu texto... mas como bruxa que sou, vou afirmar uma coisinha básica: estamos na quaresma, é normal se sentir longe do Pai.. relaxa..
beijo enorrrrme!
karina

Flávio Nunes. disse...

Olá Ká,
Agradeço as suas palavras de conforto! Tenho fases e esta é a do "abandono"! Tal qual Jesus sentiu-se abandonado por um instante na cruz, sinto-me em alguns momentos também na cruz, também no desamparo do Pai; mas bem sei que no fundo Ele não nos deixa só um instante sequer! Queira sim, queira não; Ele sempre nos levará em seus braços!
Tenha uma excelente quarta-feira minha amiga!
Abração,
Flávio Nunes.

A Peregrina disse...

Olá Flávio!

Saudade de vir aqui no teu cantinho.
Amei o post.
Palavras sábias e excelente dica.
Um grande abraço.

P.S. Se permites,irei postar o texto em meu blog,com os devidos créditos obviamente.
Qualquer objeção me comunique,ok?!

Flávio Nunes. disse...

Olá Peregina,

Mesmo que leves muito tempo para vir aqui, ainda sim, quando vens é sempre motivo de alegria e felicidades! Obrigado pela visita e pelo comentário!

Claro que permito que poste o texto no seu Blog... Será um grande prazer!!!!!

Tenha um ótimo fim de semana!

Abração,

Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...