quarta-feira, 20 de abril de 2011

Atitude Diferente!

Não são raros os momentos em que pego-me pensando sobre a relação pessoal que tenho com o mundo. Em certos momentos chego a conclusões maravilhosas, em outros tantos sinto que deixo muito a desejar.

Traz-me angustia pensar em atitudes mal definidas e que geram conseqüências pouco louváveis. Que fazer diante de um ponto de tensão, cujo desfecho sabemos que não irá ocorrer da maneira programada a muito? Luto contra o tempo todos os dias, e ele me ganha quase sempre.

Sinto que preciso mudar, sinto que preciso dar mais um passo rumo ao novo "re-nascimento" de minh'alma. Os minutos, as horas, os dias e semanas passam; e eu não passo. Estou estagnado, perdido em meio a toda minha sorte e fé, em movimentos passivos e andar cambaleante diante da vida. Que lástima saber que os mornos são regurgitados. Devo ser, ou abrir espaço para que outro realize-se. Agora, mais que nunca, preciso de atitude; preciso de superação e criatividade.

Esse força que move nossos dias, esmaga meus pensamentos e os míngua. Não utilizo o mesmo tempo que a maioria, por isso estou fadado à derrota e as injurias dos que, por escolha coletiva, correm sem destino maior. Eu porém, lentamente, ando em direção à minha meta. Não adianta, o restante do mundo não entende o grande prazer que está na arte de andar e não correr! Na arte de observar em detalhe e não passar adiante a todo custo. Gosto de andar junto, refletir junto, crescer junto; mesmo estando sozinho em boa parte do meu tempo.

A solidão não é mais que um estado de espírito, a oportunidade de provar para nós mesmos que somos capazes de saborear uma fruta açucarada, sem que o restante do mundo aplauda nosso deleite. Quando estamos sós, não há platéia que nos impulsiona. Não precisamos de platéia, precisamos de amigos; e estes estão sempre presentes, mesmo ausentes. É um tipo de saudade que também aperta o peito e nos faz seguir adiante, pois essa amizade precisa continuar por toda a vida. Toda a vida!


Foto: http://zitavares.blogspot.com/2010/03/poxa-que-luta.html

12 comentários:

dmotta2 disse...

Realmente, às vezes é necessário parar e refletir sobre a correria do dia a dia para não sair dos eixos...

Flávio Nunes. disse...

Olá Dmotta2,
Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo excelente Blog!
Obrigado pela visita, leitura e comentário! Acho que é sempre bom refletirmos sobre a vida, afinal estamos nela 100% do tempo..rs..
Tenha um ótimo final de semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Jane Di Lello disse...

Olá amigo,já seguia você, só não conseguia abri pra postar,+ agora deu certo.
Parabéns pelo Blog e por seu lindo texto.
Gosto de pessoas inteligentes.
Com simples palavras conseguem expressar o que seu coração dita.
BeiJanes neste belo e admirável coração.
Jane Di Lello.

Flávio Nunes. disse...

Olá Jane,
Que maravilha receber seu comentário aqui no Blog! Obrigado pelas suas palavras de carinho! Quanto ao fato de achar-me inteligente... tenho minhas ressalvas..rs.. Escrevo apenas a conversa intima que tenho com meu coração, na ânsia de colocar no papel tudo aquilo que outrora se perderia caso não fosse impulsionado à escrita e à literatura!
Que este seja o primeiro de muitos comentários seus aqui no Blog! Agradeço profundamente a sua atenção.
Tenha um ótimo final de semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Ká Oliveira disse...

Oi Flá!!
Eu tenho uma teoria para esse seu achar estagnado, o que é impossível!!! Essa sensação de ver o mundo passar ao seu lado, ou frente, enfim... você ser um expectador dos ciclos de vida, nada mais é que você não está tendo tempo para muita coisa, pois ser feliz, te consome ao extremo!!
Be Happy my friend!!!! always!

Flávio Nunes. disse...

Olá Ká,
Que bom retornar agora do almoço e ver seu comentário!..rs.. A sua teoria tem fundamento..rs.. Adorei a frase: "Ser feliz te consome ao extremo"..rs..rs..
Don't Worry, be happy!!!!..rs..
Abração minha amiga,
Flávio Nunes.

Catia Bosso disse...

Olha, Dr, a solidão, assim como tantos sentimentos, é sim um estado de espirito, estado este que nos impoe limites as vezes muito cruéis...depende de cada estado e estágio emocional que estivermos quando estamos passando pelas transições emocionais né! Sei lá, mas deixar a desejar ao mundo, também é um estado de espirito...
Sabe que comprei uma calopsita p o meu Pacheco ter uma companheira e parece que o olho dela 'veio com defeito' , aff, quem me lê vai pensar que sou uma desalmada, mas é aquilo né, paguei pelo bichinho,mas agora não tenho coragem de ir la 'trocar' (já amo a minha Pandora, bebê ainda), o olho direito só fica fechado e quando abre, o faz só pela metade... só comentei p o Dr saber que me lembrei dele no pet... boa páscoa! bj!

* Verinha * disse...

Com o tempo ninguém pode mesmo.. mas antes caminharmos no nosso rítmo, vivenciando da maneira que achamos mais adequada.. do que seguir pelos outros que por vezes nem admiram a "paisagem da jornada".. e nada melhor do que admirar a paisagem e compartilhar com os verdadeiros amigos [:)]

Beijoquinhas super em seu coração Flávio!

Verinha

Flávio Nunes. disse...

Olá Cátia,
Primeiramente, peço desculpas por só agora responder o seu comentário! O fim de semana foi em família e super agitado... só deu tempo de aceitar os comentários..rs..
Obrigado por suas palavras e concordo contigo quando diz que "deixar a desejar ao mundo, também é um estado de espirito"!
Sobre a calopsita, a Pandora, mantenha-me informado sobre o estado geral dela e principalmente sobre esse olhinho direito que não abre direito! pode ser genético ou algum "traumatismo" (Bicada, unhada,...), que tenha sofrido! Obrigado por lembrar-se de mim no Pet..rs..
Tenha uma excelente semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Flávio Nunes. disse...

Olá Verinha,
Disse pouco mas disse tudo: "...nada melhor do que admirar a paisagem e compartilhar com os verdadeiros amigos"!
Tenha uma fantástica semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Catia Bosso disse...

Olá, Dr, passando por aqui pra deixar um afago no Floquinho (não achei mais noticias dele) E dizer que a Pandora está bem melhor do olhinho, acho que era mesmo uma sensibilidade a claridade que ela tinha (coisas de loiros rsrs ela é amarelada) ela está tendo uma boa adaptação conosco, imagine que ja sai da gaiola sozinha e por livre vontade, (eu abro a portinha 1 vez ao dia p q eles saiam pra dar uma voltinha dentro de casa) e dai tento fazer os carinhos assim como fazemos no Pacheco (ele é insaciável rsrs) mas ela ainda não aceita... é o tempo né... Mas no mais ela está bem sim...Grata!

bj.

Flávio Nunes. disse...

Olá Catia,
Obrigado pelo retorno e novo comentário! Pois é, estou elaborando uma nova postagem para contar sobre o Floquinho. Infelizmente ele veio a óbito!
Muito bom saber sobre o olho da Pandora e do interesse do Pacheco por ela..rs.. Como você bem disse, com o tempo eles se entendem!!!!
Tenha uma ótima semana!
Abração minha amiga,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...