sábado, 30 de abril de 2011

Romance e Roteiros (Estudos)!

Olá Pessoal,

Meus estudos sobre roteirização de livros, criação literária, criação de roteiro para cinema e teatro, segue de vento em popa!

Hoje li um texto bem interessante e, para variar, criei a minha versão do tema estudado. Não há melhor maneira de estudar sobre criação literária que escrevendo!

É o seguinte; como ficaria um texto romanceado e um roteiro desse mesmo trecho para cinema e teatro. Eis o que surgiu:


Trecho de um Romance:

          Ela estava alí naquele lado da calçada fazia duas horas. Andava de um lado para o outro de maneira bem sensual. Vestia roupas chamativas, usava pinturas fortes sobre os olhos e nos lábios, que por sinal eram bem carnudos. A luz baixa criava uma atmosfera misteriosa e as pedras molhadas no meio da rua refletiam a luz vinda do único poste a mais ou menos cinco metros de distância, o que realçava de longe suas curvas. O lugar era cheio de velhas construções e a umidade fazia o tempo passar mais rápido, já que paredes que poderiam durar muitos anos, encontravam-se naquele momento caindo aos pedaços.  Ela não fazia aquilo porque gostava, mas por necessidade. Sem o dinheiro que ganhava vendendo seu corpo, já teria morrido de fome. Seu único companheiro naquele momento era o cigarro! Após tragar aquele fiel companheiro, jogou para fora toda a fumaça que a pouco estava em seus pulmões. Estava tensa de uma maneira que a muito não se sentia e com a voz embargada, sem muito pensar, uma frase saiu de sua boca:

          - Que eu não morra de fome e frio!


Roteiro de cimema:

FADE IN:

EXT: RUA - NOITE

Rua pouco iluminada, chão molhado, roupa chamativa, andar provocante, pintura intensa sobre os olhos e boca. Cigarro na mão direita. Fumava intensamente. Estava com medo.

                                                     PROSTITUTA

                                         Que eu não morra de fome e frio!


Roteiro de Teatro:

ATO I

Mulher andando de um lado para o outro de maneira sensual, mas preocupada com o tempo que estava perdendo em não encontrar nenhum cliente para vender seu corpo. Era noite e a rua estava pouco iluminada, o chão estava molhado. Usava roupas provocativas e pinturas fortes ao redor dos olhos e nos lábios.

CENA I

Prostituta segura um cigarro aceso na mão direita, anda de um lado para o outro com olhar e mentes distantes. Estava com semblante preocupado e triste. Traga o cigarro e ao jogar a fumaça para fora da boca deixa escapar algumas palavras em voz alta.

                                          PROSTITUTA [Fala com voz embargada e esboçando medo]
                                Que eu não morra de fome e frio!

_________________________________________

E então pessoal, o que acharam? Não é nada muito elaborado, mas é só para saber se os meus estudos estão sendo satisfatórios ou não.

Abração,

Flávio Nunes.


Foto: http://atrizsilvaniasantos.blogspot.com/

10 comentários:

Ká Oliveira disse...

Querido amigo....
Adorei!!! e ri só de visualizar exatamente a mesma cena com perspectivas diferentes!! hahahaha.. Ah! como não gosto muito de mesmice, as mulheres que imaginei, nem o cabelo, nem a nacionalidade eram iguais!! Sentimentos! quão bom saber explorá-los!
Beijo Enorme e bom fim de semana!

* Verinha * disse...

Estão perfeitos Flávio!
Uma beijoquinha em seu coração e um lindo fim de semana para você!


Verinha

Flávio Nunes. disse...

Olá Ká,
Muito bom ler o seu comentário! Imaginei a mesma cena, com uma mesma personagem; entretanto a sua imaginação foi além e ao contar a maneira que visualizou cada personagem, trouxe-me também a mesma projeção "internacional"..rs.. Adorei reler o texto novamente com isso em mente! Obrigado!
Tenha um extraordinário fim de semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Flávio Nunes. disse...

Olá Verinha,
Obrigado pelo comentário! É sempre bom contar com os amigos nestes momentos de "estudos"!!!!!..rs..
Tenha um fim de semana excelente!
Abração,
Flávio Nunes.

Catia Bosso disse...

Tu é bom nisso...aff quando pensei nas roupas delas, imaginei que não seriam iguais.... mas a gente vai longe quando visualiza muito..rsrs Muito bom!

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o blog !
Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

Anônimo disse...

Olá meu amigo,
Que bom poder passar por aqui e aprender tanto com você...
Continue com todo este sucesso no blog.Que venha muito mais!!!!! =)

"A palavra,como se sabe,é um ser vivo."
[Victor Hugo]

Bjs,
Thaísa Figueiredo

Flávio Nunes. disse...

Olá Catia,
Obrigado por escrever e compartilhar a sua imaginação conosco..rs.. É sempre muito enriquecedor ler os comentários sobre criação literária e ver como é que a história - e os personagens -, se formam na mente de cada pessoa!..rs..
Tenha uma ótima semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Flávio Nunes. disse...

Olá Amanda,
Obrigado pela atenção, carinho e comentário..rs.. Achei seu Blog um lugar muito interessantíssimo e cheio de postagens legais... parabéns!!! Já estou te seguindo lá...rs..
Tenha uma ótima semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Flávio Nunes. disse...

Olá Thaísa,
Que saudades dos seus comentários aqui no Blog... já fazia tempo!!!!..rs..
É sempre bom saber que os amigos estão por perto! Obrigado pela visita e comentário!
Tenha uma ótima semana!
Abração,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...