sábado, 9 de julho de 2011

Coincidência ou Consequência!

Hoje pela manhã (06:30h), ao chegar no banheiro, qual foi minha surpresa ao abrir a torneira e verificar que havia água! Parece incabido um ser humano que mora num centro urbano alegrar-se tanto com água em suas torneiras de casa! O motivo de todo este regozijar é o retorno às veias e artérias do apartamento onde moro, após sete dias de seca, do bem mais precioso e abundante do nosso planeta, a água!


Meu primeiro ato de felicidade foi dar descarga no vaso sanitário, depois foi tomar banho e depois escovar os dentes! Minha esposa fez o mesmo. Saí para o trabalho e ela permaneceu em casa tentando colocar as outras pendências, dependentes de água, em dia!


Toda esta situação me fez refletir: 1) O pessoal da CEDAE-RJ vem antes das 06:30h ligar a água de condomínios que a uma semana sofrem a falta desse recurso hídrico? É mesmo a CEDAE-RJ quem está boicotando a água do condomínio? Se não é a CEDAE-RJ, quem é e por qual motivo? Uma coisa é certa: Seres humanos com mesencéfalos altamente desenvolvidos e polegar opositor abrem e fecham a água do condomínio a seu bel prazer, outros seres humanos também com mesencéfalos altamente desenvolvidos e polegar opositor sobrevivem uma semana (ou mais) com escassez de água! Será que somos ratinhos de laboratório/biotério e ninguém nos contou a verdade? Será que o próximo passo é nos fazer experimentar novos fármacos? Sei lá, seiii lááá...


De uma forma ou de outra conseguiram controlar, qualificar e quantificar, a água que utilizamos diariamente em nossas casas. Tornamo-nos dependentes, moldáveis, fantoches,... O pior? Muitas vezes gritamos sozinhos e nosso grito individual é abafado. Acostumaram-se com as sombras projetadas no fundo da caverna, acomodamo-nos. Como "Mus musculos" em laboratórios esperamos nosso destino passivamente! Nos dão migalhas quando querem, a quantidade que querem e da maneira que querem; e achamos normal. Se me perguntarem hoje: Você é um homem ou um rato? Hoje, sou um rato.

4 comentários:

gelci disse...

Boa tarde, permita-me...

O conforto me assusta e faz a cada dia mais carente...
Gosto de lembrar minha mãe trazendo água na moringa sobre a cabeça lá da cacimba, só para mostrar-me que o homem é sempre um carente...
Gostei da crônica, forte e crítica e elaborada com sabedoria, parabéns e seja feliz!

Flávio Nunes. disse...

Olá Gelci,
Suas palavras sempre alcançam meus ouvidos com jubilo! Obrigado mais uma vez por suas palavras, que bem sei, são sinceras e vindas de uma alma amiga!
Tenha uma semana maravilhosa!
Abração meu amigo,
Flávio Nunes.

Ká Oliveira disse...

Olá querido amigo...
Não te deixarei sozinho nesse momento, porém fico eu e minhas vizinhas ainda com o dilema "falta de água". Hoje deve estar completando 45 dias que temos nossa água cortada das 10h às 21h. Ontem terminei de lavar roupas depois que acabou o fantástico... SABESP? ARSESP? Ninguém sabe dizer o porquê do corte, me dando a cada protocolo um nariz de palhaço.
Enfim... fico aqui com minha esperança.
Grande abraço

Flávio Nunes. disse...

Oi Ká,
Que situação esta a sua também... Acho inaceitável o fato da falta de água... o que está acontecendo? Por que está faltando água se temos tanta e em abundância? Podemos, se assim quisermos, renovadas, tratadas e reutilizadas a água! Um bem de consumo e direito primário para a vida está nos sendo retirado aos poucos!
Também estou em clima de esperança e no desejo que a sua situação e a minha se resolvam de vez!!!!
Tenha uma ótima semana minha amiga!
Abração,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...