terça-feira, 11 de outubro de 2011

Fabulando... #2


A Garça e o Beija-Flor
Certa vez, a Garça viu um Beija-for e encantou-se com o seu estilo de voo. Ela viu que a pequena ave possuía uma agilidade sem igual na natureza, além de possuir cores fabulosas. Era encantador ver o voo do Beija-flor. A Garça, num rompante de inveja, desejou fazer o mesmo que o Beija-flor, mas por mais que tentasse nunca conseguiu ser como a pequena ave.
MORALIDADE: Nunca devemos ser aquilo que não somos. Aceitar o que/quem somos, é um dos caminhos da felicidade.

Formiguinha Preguiçosa
Uma formiguinha vinha caminhando pela estrada quando, ao ultrapassar uma pedra, encontrou-se com outras duas que vinha no caminho oposto. Uma delas trazia uma folha imensa, dez vezes o tamanho do seu corpo. A Segunda trazia um galho seco de trigo com várias sementes. Impossibilitada de carregar sobre a cabeça, pois pesava muito, ela arrastava o gigantesco galho. A formiguinha vendo o grande esforço das suas companheiras, prostrou-se de tanto desânimo, imaginando o tamanho do esforço que iria fazer. Uma ave que passava no momento, viu que ela estava parada e por isso era um alvo fácil. Sem fazer muito alarde, aproximou-se e devorou a formiguinha.
MORALIDADE: Mesmo que o fardo seja pesado, nunca pare/desista antes de tentar carregá-lo.

O Besouro e a Mariposa
A terra estava seca por muitos anos. Alí nada crescia e dava frutos. Um dia o Besouro passou gritando para os outros insetos que viviam naquela terra: "Está vindo muita água, corram, senão morrerão todos afogados". Todos os animais, ouvindo o Besouro, saíram correndo e procuraram abrigo nos lugares mais altos que puderam; exceto a grande Mariposa. "Não vais se abrigar"? Perguntou o Besouro à Mariposa, no que ela respondeu: "Você está ficando louco, não deves estar enxergando bem. Onde já se viu tamanha besteira". O Besouro foi embora, voando para bem longe e minutos depois uma grande quantidade de água apareceu. Sem que a Mariposa pudesse fazer nada, afogou-se.
MORALIDADE: Não se conforme com aquilo que parece imutável. Esteja atento aos sinais, pois quando menos esperar tudo o que você conhece pode mudar completamente.

A Goiabeira e as Larvas
Naquele ano, as goiabeiras deram muitos frutos e um era mais suculento que o outro. Entretanto, de todas as goiabeiras, uma era a mais bem tratada e com os melhores frutos. As larvas começaram a aparecer e foram devorando, uma a uma as goiabas daquela árvore. Em pouco tempo todas as goiabas estavam cheias de larvas, todas concentradas naquela única árvore. De repente, uma a uma, as larvas começaram a passar mal de tanto comer e caíram todas no chão com indigestão.
MORALIDADE: Por mais suculento que possa ser o fruto, seja cauteloso na hora de se saciar ou nunca mais conseguirá apreciar um bom banquete.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...