sábado, 19 de novembro de 2011

Desabafo Veterinário!

Faço agora o desabafo de um Médico Veterinário que não suporta ver um animal sofrendo e muito menos gosta de lidar com proprietários irresponsáveis. Estou indignado!

Há vários tipos de crueldade. Hoje estive diante de um tipo extremamente nefasto. O crueldade da negligência.

Atendi um cão hoje com uma miíase, a famosa bicheira. Na foto que ilustra esta postagem, vocês poderão ver a extensão da lesão. O contorno em vermelho é a quantidade de tecido necrosado e locais onde as larvas estavam.

Segundo a dona, na semana passada ela levou a paciente para fazer uma consulta onde foi diagnosticada uma otite externa. A paciente foi medicada e feito a recomendação de curativo. A proprietária só fez os medicamentos e não fez o curativo como recomendado, pois estava com nojo de limpar. Hoje a paciente estava com muita dor e havia tantas larvas que só de sacudir a cabeça, caiam bichos pelo chão.

Ninguém é obrigado a limpar as feridas quando não possuem estômago para isso, mas, no mínimo, acho que deveria encaminhar a paciente para uma clínica ou levá-la para fazer o curativo no local onde foi inicialmente para se consultar. Hoje em dia, há tantas pessoas que desejam ajudar os animais, que dinheiro já não é mais problema, nem mesmo a desculpa "estou sem tempo" é mais uma desculpa de fato.

Fiquei com muita pena daquele cão, uma vez que se trata de um animal bem dócil. Tive que sedá-la para fazer o curativo, pois a área estava muito sensível e dolorida. Além das larvas, retirei muito tecido necrosado. O cheiro era bem forte.

Não sei o que leva uma pessoa dar medicação ao seu animal, sentir um cheiro tão desagradável, como é o de uma miíase e só levar para tratar mais de uma semana depois. Não sei qual a real dificuldade encontrada pela dona, mas uma coisa é certa, o cão sofreu muito e o tratamento será muito prolongado. Vale lembrar que esta não foi a pior miíase que já tratei.

Minha recompensa, no fim de tudo, foi ver minha paciente aproximar-se de mim, deitar ao lado da minha cadeira no consultório e relaxar. Quando eu lhe fazia carinho, abanava a cauda e logo se abaixava para relaxar mais um pouco. Estava, nitidamente, aliviada.

Peço mais uma vez que tenham cuidado com seus animais de estimação. Eles precisam de vocês para que permaneçam saudáveis. Quando verificarem qualquer alteração em suas funções normais, procurem logo um Médico Veterinário. Os animais agradecem.



OBS: A foto foi autorizada pela proprietária! Desejo acompanhar a evolução do quadro e recuperação da paciente. A paciente está sedada na foto. 

8 comentários:

.TAT. disse...

Nossa Flavio, que dó da bichinha... tomara que ela se recupere bem. Eu vi isso acontecer com um pastor que deixaram tomando conta de uma casa abandonada... é, sei lá, dá pra desacreditar da humanidade, às vezes, né amigo? Mas erguemos a cabeça e continuamos, utópicos, acreditando que vai melhorar, de algum modo.

Flávio Nunes. disse...

Olá Tatis,
Pois é, a ferida estava muito feia. Tenho esperança que ela irá se recuperar bem. Apesar de tudo, tenho fé na humanidade. Como me dizia uma amiga a pouco; "tem gente que é cruel", mas tem gente que é boa. Apesar de tudo, o que ainda falta é informação para as pessoas.
Erguer a cabela e continuar é fundamental à vida e ao nosso amadurecimento.
Obrigado pelo comentário minha amiga!
Abração,
Flávio Nunes.

Anônimo disse...

Flávio,
Adoro animais. São presentes que Deus colocou em nossas vidas p/ estimular o nosso emocional a entender os q/ ñ falam a nossa linguagem, mas sentem como nós - frio, calor, alegria, tristeza, dor, fome... Fiquei abalada com a foto! Espero q/ 'Nina' se recupere logo, tadinha! São Francisco de Assis a proteja! Fabiana Ratis

Flávio Nunes. disse...

Olá Fabiana,
Com certeza os animais são presentes de Deus em nossas vidas. Eles nos ensinam muito, principalmente na arte de nos relacionarmos sem interesse algum com os outros.
Assim, como nós os animais são seres sensientes e sensíveis a todas as intempéries do meio onde estão.
A foto é forte e a coloquei para abalar mesmo. Olha que eu escolhi uma que o ângulo está muito "bom". Se a dona entendeu tudo direitinho, do jeito que eu expliquei a ela, tenho certeza que nossa querida amiga aí da foto vai melhorar.
Obrigado pela mensagem e por seguir o Blog!
Abração,
Flávio Nunes.

Claudia Raggio disse...

Nossa amo meus animais, porém ontem a tarde meu marido saiu para dar uma caminhada e se deparou com um cão pastor que parecia segundo ele pedir ajuda quando olhou, percebeu que na coxa esquerda ate a embaixo do rabo um buracão que cabe uma mão dentro, trouxe para casa pois o animal o seguiu, moramos em local distante de veterinária, não tinha nada mais dei carinho e consegui um bactrovet roxo (prefiro o prata mais...)e tirei om pinça , nossa muito dócil, mais hoje não sei o que fazer ele não come, pensei em comprar ivermectina, não sei, não tenho recurso no momento,e quero cuidar do animal, acredito que o dono o abandonou, ele não tem pulgas nem carrapatos, coleira anti pulgas, não dá para entender...

Flávio Nunes. disse...

Olá Claudia,

Pois é, infelizmente algumas pessoas tomam este tipo de atitude quando os animais tornam-se um peso em suas vidas. Sempre falo para as pessoas que desejam ter um animal: Estão certos que desejam um animal de estimação? Pois é uma relação duradoura e de reciprocidade total. Quando as pessoas, por vários motivos, não podem mais permanecer com seus animais de estimação, aconselho a doação ou o encaminhamento do mesmo a algum amigo ou parente, que terão certeza, será bem cuidado em sua ausência.

No seu caso em particular. Como já fez a limpeza da ferida e aplicou o Bactrovet, aconselho administrar também um complexo vitamínico e/ou um protetor hepático, pois o nosso amigo aí pode ter lambido o Bactrovet sem você perceber e se intoxicado. Importante mesmo é que o levassem em alguma clínica veterinária, para que pudesse ser avaliado e medicado segundo a sintomatologia que ele apresenta. Fora isso é necessário sempre entrar com algum antibiótico, para evitar infecção segundária. Costumo dizer que tratamento de Miíase é 70% curativo e 30% medicamento. Por isso continue fazendo a limpeza da ferida e procure uma clínica veterinária para melhor conduzir o tratamento. Não compre e aplique a Ivermectina até o animal ser avaliado por um médico veterinário!

Desejo melhoras ao nosso amigo e parabéns pelo resgate! Tenho certeza que ele será muito bem tratado.

Abração,

Flávio Nunes.

Anônimo disse...

Parabens veterinario por seu trabalho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Sao pessoas ou /e Melhor, profissionais como voce que merecem muitas coisas boas na vida. Admiro esse trabalho. E pode Ter certeza , sua recompensa sera ainda maior. LAYNE.

Flávio Nunes. disse...

Olá Layne,
Obrigado pelo seu comentário e pelas palavras. Escrevi esse texto após consultar este animal, um bicho de estimação que vive sob a guarda de uma pessoa, que possui uma casa. Teoricamente era para ele ser bem tratado em todos os sentidos, mas infelizmente isso não ocorreu.
É uma pena dizer que desde esta postagem, já atendi mais alguns animais vítimas do descaso de seus donos. É lamentável.
"As portas" do Blog estão abertas. Apareça quando puder e quiser.
Abração,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares