sábado, 31 de dezembro de 2011

Meu Renascimento!

A exatamente três anos, nesta data, eu me via dando o maior passo de felicidade e paz de toda minha vida. Nada foi tão importante para meu futuro, quanto descobrir, na prática, o valor da família, do recomeço e do bem-estar físico e psico-emocional.

Na ocasião eu havia retornado de uma longa jornada que empreendera (Tema do meu primeiro livro, que está em fase de produção). Em última instancia, eu estava em busca de Deus e de mim mesmo. Em determinada altura eu me vi com o mundo nas mãos. Me vi capaz de tudo, entretanto "o nada" em mim também estava presente. De que adiantava ganhar o mundo se eu estava perdendo tudo que eu considerava ser mais caro em minha vida?

Continuando pelo caminho que havia descoberto, eu seria capaz de aprender novas línguas, conhecer países, culturas, fazer inúmeros amigos,... ou seja, eu tinha nas mãos tudo o que sempre sonhara, mas esquecera que tudo isso tinha um preço. Para mim, pagar esse preço, estava sendo alto demais. O preço era o celibato e a distancia da minha família, amigos, amada, campos,... Não, é verdade, não consegui - até o momento e em minha limitada visão -, amar a Deus a tal ponto de deixar tudo por causa Dele. Retornei.

Ao pisar nos campos que conhecera desde tenra infância, bateu-me certo desespero. A sensação era que entrara numa máquina do tempo. Tudo que eu vivera longe de "casa" parecia estar distante, distante demais. Em contrapartida, minha "casa" permanecia a mesma. A primeira coisa que veio-me a mente foi: "O que está acontecendo? O que fiz? Deveria ter ficado onde estava, pois tinha o mundo nas mãos. Agora não posso voltar atrás". Pensamento egoísta e limitado, descobri pouquíssimo tempo depois que eu estava no caminho certo. Estava exatamente onde Deus me queria. Pedi e Ele atendeu.

Na virada do ano, de três anos atrás, eu fui para casa de um tio e lá eu olhei para o céu. Naquele instante eu conversei com Deus e Ele re-afirmou o que havia me prometido (Descreverei essa parte melhor no livro). Daquele momento em diante, obtive paz e uma felicidade sem igual invadiu a minha alma. Olhei para minha "casa" e ali estava presente o meu maior tesouro, minha família. Faltava encontrar minha amada, prometida por Deus (O que aconteceu menos de dois meses depois) e recomeçar.

Com os fogos estourando no céu, a família toda se abraçando, uns chorando e todos sorrindo; ali estava eu contemplando aquela cena. Entendi aquele momento como meu novo nascimento. Renasci e recomecei a viver para minha família e para minha vida. Até hoje Deus jamais me desamparou e decepcionou. Estou pleno de felicidade e em paz.

2 comentários:

Maria Lúcia Marangon disse...

Oi, Flávio!
Deus também tem me mostrado alguns caminhos e eu confio muito n'Ele.
Feliz Ano Novo pra você e pra toda a sua família!
Muitas bençãos!
Abraços!
Maria Lúcia Marangon

Flávio Nunes. disse...

Olá Maria Lúcia,
Que grande felicidade saber que Deus também tem lhe mostrado alguns caminhos. Certamente, acredite e confie n'Ele, pois estarás indo na direção correta.
Feliz Ano Novo para você e todos os seus!
Abração,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...