quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Porção de Vida - #3!

Dizem que a dor de um cálculo renal e tão forte ou, às vezes, superior à dor do parto. Todos aqueles que já sofreram a experiência de ir às pressas para o hospital e lá chegando descobriram que se tratava de um cálculo renal, sabe muito bem do que estou falando.

Nesta última noite eu não dormi. Após o jantar, senti uma dor muito forte na região lombar, altura do rim direito, não aguentando o tamanho da cólica, fomos, Elen, meu pai e eu, para o hospital. Só para encurtar a história, meus pais e uma prima estão passando férias em minha casa e no último Domingo fui parar no hospital com os mesmos sintomas. Foi nesta ocasião que fiquei sabendo que se tratava de um cálculo renal.

"Que estranho eu voltar a sentir dor, uma vez que já estava tomando dois anti-inflamatórios e um analgésico", pensei eu. Durante a noite fui medicado e refizerem o exame de urina, no que constatou-se uma infecção urinária.

Após tomar duas injeções de Voltarem, soro com Tramal e passar a noite toda acordado em meio a cólicas que iam e vinham, pela manhã a dor estabilizou-se e pude enfim ser liberado para casa. Um dos anti-inflamatórios foi substituído, a dosagem do analgésico passou de 8/8h para 6/6h e foi acrescentado um antibiótico ao meu quite de sobrevivência pós-cálculo renal.

Agora a dor está estabilizada, mas ainda preciso controlar a infecção urinária. que vez ou outra me aparece com uma leve cólica e me faz lembrar que preciso fazer repouso, tomar bastante água e não me esquecer dos horários das medicações.

Logo esta semana que minha esposa e eu descobrimos que o bebê, que está em gestação, já está com seus rins formados, eu apresento uma complicação renal e dores semelhantes ao parto. Literalmente estamos dividindo todos os sintomas e aventuras dessa gestação.


Foto: http://drflavioiizuka.blogspot.com/

2 comentários:

Filipe disse...

Estou passando pelo mesmo problema neste momento. Fui no pronto socorro, mas as dores vem e vão. O que vc fez pra ficar curado?

Abs

Flávio Nunes. disse...

Olá Felipe,

Na ocasião eu passei por um Nefrologista, fiz uma tomografia e ele me prescreveu um medicamento que fez dilatar meus ureteres e uretra.

Além disso uma amiga que é acupunturista me fez uma massagem nas costas, o que me aliviou bastante. Levei uns três dias para expelir a pedra.

Esta foi, em resumo minha experiência.

Abração,

Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...