sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Descaso da UNIMED!

Olá Pessoal,

Não desejo passar para meus leitores o quão trágica pode ser a vida de uma pessoa, mas a luta honesta pelos direitos que nos assiste enquanto cidadãos. Me pergunto sempre quando isso tudo vai acabar. Infelizmente não tenho uma resposta.

O texto que segue é a demonstração da minha indignação com o meu Plano de Saúde, UNIMED. Nunca precisei utilizá-lo para nada mais grave que coisas ambulatoriais, até o momento. Agora que preciso, após 17 anos, pagando mensalmente as mensalidades, não obtenho um bom atendimento, ou melhor, um atendimento completo.

Desde já, desculpem o longo texto,

Abração,

Flávio Nunes.

PS: Texto publicado no site "Reclameaqui.com.br" (http://www.reclameaqui.com.br/2496060/unimed-norte-fluminense-itaperuna-rj/nao-autorizacao-de-exame-descaso/).




Boa Noite,

Ontem pela manhã acordei com cólica na região lombar e com dificuldade de micção. A um mês eu passei três vezes por emergências clínicas, sendo que realizei duas tomografias computadorizadas. A autorização para a primeira ocorreu em poucos minutos, entretanto a autorização para a segunda tomografia demorou aproximadamente quatro horas.

Ao entrar em contato com a UNIMED NORTE FLUMINENSE - minha seguradora -, fui informado que como havia realizado uma Tomografia Computadorizada a pouco tempo, esta segunda deveria passar por avaliação antes de ser autorizada. Após os exames, fui consultado por um Urologista e com a devida medicação, dentro de quatro dias, eu expeli o cálculo que me incomodou por dez dias.

Segundo a orientação do meu Urologista, fiquei de repouso, terminei de tomar a medicação prescrita, aumentei a ingestão de água e fiquei alerta aos sintomas, caso um novo cálculo surgisse. Como amanheci hoje com os mesmos sintomas, liguei para o meu Urologista e ele indicou que, se a dor aumentasse, mesmo com o analgésico, eu deveria procurar novamente a emergência e refazer os exames. A dor aumentou e segui com minha esposa, que está grávida, para a emergência onde fui atendido por ele a aproximadamente um mês atrás.

Cheguei ontem na emergência por volta das 10:00h, fui atendido por volta das 13:00h. Fui medicado e, após a dor ser estabilizada, novamente o médico plantonista indicou a realização de uma nova Tomografia Computadorizada. Ao chegar no centro de Diagnóstico por Imagem, anexado ao hospital que estava sendo atendido, tive que passar pelo mesmo processo para autorizar meu exame. Ali fiquei com minha esposa entre 15:00h e 18:00h, e o exame não foi autorizado. Me pediram inclusive, que enviasse por fax, uma cópia do procedimento clínico que havia feito a pouco assinada pelo médico que havia me atendido. Assim o fiz, para minimizar maiores constrangimentos.

Enquanto a recepcionista ligava para a UNIMED NORTE FLUMINENSE e tentava a minha autorização de exame, eu também liguei e conversei com a Nalva, responsável pelos trâmites legais referentes a autorização do meu exame. Como também trabalho com a área de saúde - sou Médico Veterinário -, e não recomendo exames desnecessários aos meus paciente, eu em plena consciência, não sairia de casa, estando saudável, e iria à emergência de um hospital pedir uma Tomografia Computadorizada só por "esporte" e "diversão". Estando eu com muita dor, procurei seguir a orientação do meu Urologista e do plantonista que me atendeu naquele instante no hospital.

Por fim, a orientação que me foi passada pela recepcionista do Centro de Diagnóstico por Imagem onde estava, é que a Nalva, após conversar com o responsável pela autorização do exame, pediu para eu pegar a Tomografia que fiz a um mês e trouxesse para o hospital, ou seja, já que foram feitas duas Tomografias e o cálculo foi diagnosticado a um mês, não havia a necessidade de um novo exame.

Qualquer médico, que executa a medicina humana e a medicina veterinária, sabe, enquanto clínico plantonista ou não, que um mês de diferença entre dois exames podem ser significativos no fechamento de diagnósticos diferenciais, uma vez que há sintomas semelhantes para patologias diferentes.

Sou pós-graduado em Morfofisiologia Animal, com ênfase em ensino/aprendizagem, sendo minhas linhas de estudo a fisiologia comparativa e a bioética. Sou clínico e cirurgião, com prática clínica de rotina e em plantões. Nesse ano completo 8 anos de graduado e proporcional tempo de atuação profissional. Apesar de meus pacientes serem diferentes fisicamente, fisiologicamente são bem semelhantes. Este paragrafo não foi descrito por soberba, mas para dizer que sei exatamente como funciona a área médica, a rotina clínica e por quais motivos/importância se pede a autorização de exames complementares e afins, para fechamento de diagnósticos/descoberta da patologia primaria e melhor orientação farmacológica.

Desculpe o longo texto, mas é preciso que tudo fique claro. Desejo que uma atitude seja tomada. No momento estou seguindo a orientação do meu Urologista e sem uma nova Tomografia para saber se estou com outro cálculo ou com alguma patologia abdominal que pode evoluir para algo mais grave de médio a longo prazo.

Aguardo resposta e solução para esta pequena demostração de descaso por parte da UNIMED NORTE FLUMINENSE, da qual faço parte a 17 anos.



Foto: http://comunidadepentecostalprojetovida.blogspot.com/2010/06/descaso-da-saude-publica-com-populacao.html

4 comentários:

Sonia Salim disse...

Que lamentável tudo isso! 17 anos pagando o plano de saúde e na hora de usar para o seu próprio benefício as coisas não fluem. Eu desejo que você melhore logo, mas espero que o plano de saúde cumpra com as obrigações a que se propõe.
"Que país é esse?"

Grande abraço!

@soniasalim

Vânia disse...

Acho que não existe plano de saúde que preste! São campeões de reclamações. Espero que você resolva seu problema e cuide-se! Cálculos renais são doloridos e sofridos.
Abraço.

Flávio Nunes. disse...

Olá Sonia,
Pois é, lamentável tal coisa ocorrer. Penso que quando uma pessoa vai para uma emergência, não é para "matar a saudade do médico" ou para passar tempo, ou ainda para saborear a comida do hospital.
Estamos, minha esposa e eu, aguardando uma solução para o nosso problema.
Abração,
Flávio Nunes.

Flávio Nunes. disse...

Olá Vânia,
Obrigado pelo seu comentário! Desejamos, minha esposa e eu, que tudo se resolva o mais rápido possível.
Abração,
Flávio Nunes.

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...