domingo, 15 de julho de 2012

Deixe-se...

Não há maior felicidade neste mundo do que doar e receber amor. No ato de amar, está contido tudo quanto sentimos, sonhamos, desejamos e realizamos. Não há um só homem, ou mulher, neste mundo que não tenha amado ao menos uma vez na vida.

O amor não é apenas doação é também saber receber. Mesmo que lhe falte bens materiais, se recebes aquilo de que precisa, na quantidade que precisa, estará amando profundamente aquele que lhe doa o que pedes.

Há no mundo, no entanto, aqueles indivíduos que agem de má-fé. Podem inclusive acumular muitos bens, podem acumular conhecimento, todavia, apesar de lenhoso(a), é seco por dentro. Há mais vida num simples caule que sustenta duas pequeninas folhas, do que em seus metros de altura e profundidade.

Para todos os que conhecem o antagonismo natural do ser, dizer que para se amar melhor é preciso conhecer o ódio e a ira fará todo o sentido. Para se amar e agir profundamente no amor, é preciso conhecer, sem precisar agir, o seu oposto. A moeda só tem valor e importância se for constituída de suas duas faces. Assim também somos nós. Só somos completos, uma vez que possuirmos todos os nossos antagonismos em constante nivelamento dentro de nós.

Depois de tanto exercitar e travar estas lutas interiores e às vezes fora de nós, passa-se a agir de acordo com aquilo que lhe é mais caro e útil, no quesito sobrevivência. É neste ponto que uma alma pode se perder ou se salvar. Vale lembrar que a salvação ou a perdição são conceitos individuais, apesar se manifestarem-se também na coletividade. É assim que criamos santos e monstros dentro de nós. Uns dão vida, a potencializam, e outros levam a morte aos quatro cantos, uma vez que desejam ver no mundo o que já o são interiormente.

Que lástima ter que sofrer para só assim entender o que é a verdadeira felicidade. Ter que se angustiar, para só assim entender o que significa paz interior. Quanto ao amor, não é preciso odiar e muito menos cometer qualquer ato injusto e inumano, basta apenas negligenciá-lo e por um segundo que seja experimentará o peso do mundo nas costas. Por isso ame e deixe ser amado. Só assim teremos condições de ver alguma mudança boa ocorrer ao nosso redor.


Foto: http://avidafeitadepalavras.blogspot.com.br/2011/09/se-o-dia-parece-triste-vou-aceita-lo.html

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...